Até breve final feliz!

segunda-feira, 23 de maio de 2016
Postado por Daniela Soares



Acho engraçado como às vezes o destino te prega peças e coloca empecilhos na sua vida. Recentemente ouvi uma história que não só me comoveu e me tocou, como me fez chorar, era uma história de amor que infelizmente não teve seu final feliz, ainda...

Um casal que se amava mais que tudo, mas que por problemas da vida, pedras colocadas no caminho deles talvez, tiveram que se separar por enquanto, mas era um amor tão forte e tão lindo que até a separação pode ser descrita como "uma das coisas mais românticas que já ouvi". Passaram um dia lindo juntos, curtindo a presença um do outro, sem nenhuma interferências do mundo lá fora, sabendo que ao final do dia o pesadelo começaria e ele começou. Esse casal atualmente está sofrendo, não aquele sofrimento que vai até o ponto que você supera o término, é um sofrimento em que ambos se seguram para não correr para os braços um do outro. É um sofrimento que um dia vai acabar, mas não quando eles seguirem em frente e sim quando esses corações voltarem a ser um só. Pode demorar seis meses, um anos, dois, até cinco anos, mas ouvindo essa história eu soube que ainda verei os dois juntos e felizes, do jeito que deve ser... 

Essa história me fez refletir muito e não só sobre histórias de amor, se olharmos de um plano geral o destino sempre inventa probleminhas, às vezes para te testar, outras para te tirar do rumo. Você muda, a vida muda e esses problemas nem sempre acabam. A única coisa que nos resta é pensar que ao invés de usar toda sua força para tirar todas essas "pedras" do caminho, talvez seja melhor contorná-las, como esse casal fez, cada um contornando de um lado, para lá na frente estarem juntos de novo, como eles merecem e como deve ser. 

Em segunda-feira, 23 de maio de 2016

2 comentários:

  1. Faz sentido... Ás vezes o destino nem está brincando, ele só é meio torto mesmo, porque a beleza dele é não ser previsível, nem tudo precisa ser fácil...
    Aprendi aos 14 anos que certas histórias ficam muito mais sinceras (e até poéticas) sem um final determinado. A gente vai levando como dá, colocar umas reticências aqui, outras acolá... Evitar uns pontos finais não faz mal, ás vezes...
    Blog Seja Frugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que um ponto final muitas vezes pode se tornar reticências e isso não ruim, bem como colocar um ponto final em um parágrafo bom e começar um novo melhor ainda. Às vezes o que precisamos é arriscar e se jogar no próximo "capítulo" sem medo.

      Excluir

Coleção de Acasos • todos os direitos reservados © 2016 • powered by BloggerProgramação por Layout por