Séries na Netflix: How I met your mother

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016
Postado por Daniela Soares



Oi gente, tudo bem?

Há pouco tempo, fiz um post sobre a série Modern Family e falei que vou começar a postar sobre várias séries que me conquistaram e que têm temporadas (pelo menos algumas) na Netflix.
Chegou a vez de falar sobre How I met your mother, a série de comédia mais maravilhosa da vida (já peço desculpas aos fãs de Friends, mas é verdade).

Na série, Ted conta aos seus filhos, todas as aventuras que viveu até conhecer a mãe deles. Mostrando que todos os problemas e as decisões que ele tomou, enquanto ainda era solteiro, levaram ao momento crucial de conhecer a "Mother" e de como eles se desencontraram por diversas vezes, ao longo das nove temporadas.

Ted vive com seu melhor amigo Marshall, que foi seu colega de quarto na faculdade, e (depois de alguns episódios) com a noiva dele Lily, professora do Jardim de infância, mas que sonha em ser uma artista famosa. Ted esteve presente durante toda a relação dos dois, que também começou na faculdade. O que faz com que ele admire e queira uma relação como a dos dois. Quando Marshall decide pedir a Lily em casamento, Ted começa a se questionar sobre o que estaria fazendo da sua vida e decide ir atrás da mulher da sua vida, a "the one".

Além de Marshall e Lily, também há um personagem maravilhoso e a descrição dele I'ts gonna be Legen wait for.... DARY. Isso mesmo, quem conhece a série sabe que eu estou falando do Barney, um dos melhores amigos do Ted, um pervertido que conquista mulheres de formas inimagináveis e idolatra seus ternos.

No mesmo dia em que o Marshall vai pedir a Lily em casamento, Ted está no McLaren's com Barney que sugere que eles brinquem de "Haaaave you met Ted?" com garotas aleatórias no bar. Enquanto conversava com uma garota, Ted viu Robin, uma repórter do canal local e se apaixona instantaneamente, até aí assistindo o episódio você acha que ela é a mother, pela forma como ele descreve, só que na verdade ela acaba sendo só a tia Robin (como ele mesmo fala para os filhos: "E foi assim que eu conheci sua tia Robin"), ele achou durante um tempo que ela era a "the one", mas depois ela acabou entrando para o grupo e virando uma de suas melhores amigas.

A série tem diversas reviravoltas, coisas que te deixarão indignado, feliz e até farão você chorar. Há várias teorias legais, algumas até que foram comprovadas cientificamente. Porém, o que eu acho mais legal na série, é a visão de mundo que eles te dão. Como você deve persistir nos seus sonhos e como é importante valorizar as pessoas que estão do seu lado  para o que der e vier. Abaixo um dos diálogos que eu mais gosto da série:

Pode conter Spoilers.

Ted acaba de perder uma oportunidade de construir um edifício para um restaurante de costela. 

"Ted: Como vou me recuperar agora?
Lily: Você quer mesmo se recuperar disso? Arquitetura está te matando e nos mata te ver assim. É como a cabra com a toalha. Você quer tanto isso e toda vez que o mundo tenta tirá-la de você, você continua agarrando. Que saber? É apenas uma toalha. Por que a quer, afinal?
Ted: Porque tenho que ser arquiteto. Esse é o plano
Lily: Dane-se o plano. Eu planejei ser uma artista famosa, Marshall advogado ambientalista, Robin planejou ser uma repórter de TV e o Barney violinista. Olha, você não pode projetar sua vida como um edifício. Não funciona assim, você precisa viver e ela se projetará por conta própria.
Ted: então não devo fazer nada?
Lily: não, ouça o que o mundo está lhe dizendo e dê o salto."

No fim do episódio, Ted menciona todas as coisas ruins que aconteceram no ano dele. E finaliza dizendo que mesmo assim, foi o melhor ano da vida dele, porque graças a tudo isso, ele conseguiu o melhor emprego de sua vida e conheceu a mãe de seus filhos, porque ela estava naquela sala de aula. 

Aaaaah e uma das melhores coisas na série, é que toda história começa com uma conversa de bar! 



Quem ai também é apaixonado por essa série maravilhosa?


Em sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

0 comentários:

Postar um comentário

Coleção de Acasos • todos os direitos reservados © 2016 • powered by BloggerProgramação por Layout por