Permita-se chorar às vezes

terça-feira, 6 de junho de 2017
Postado por Daniela Soares

Recentemente, encontrei uma matéria no site Tupinikin que chamou muito a minha atenção, por falar de uma característica que é muito forte em mim. A matéria falava sobre como as pessoas que choram são vistas como fracas e como isso faz com que as pessoas sejam reprimidas de expressar seus sentimentos. Entre outras coisas, eles também falavam sobre uma descoberta recente, que mostra que os "chorões" têm um equilíbrio emocional muito maior se comparado com quem reprime esse sentimento.

Foto: Unsplash

Parando para pensar, faz total sentido, durante a minha vida encontrei muitas pessoas que usavam o termo "engole o choro" como lema de vida. Como se o fato de você estar expressando o que está sentindo, seja felicidade ou tristeza, através das lágrimas fizesse de você uma pessoa frágil. 

Gente, it's time for cry, estamos em pleno século XXI, não dá para ficar se policiando sobre o que está sentindo, por pensar muito no que os outros vão achar. E daí se acharem que você é uma pessoa fraca? E daí se houver julgamentos? Chega de viver a sua vida pelas outras pessoas, chega de pensar no que os outros vão achar de você, é preciso viver para você, tá com vontade de chorar? Beleza, chora, exponha tudo que te faz mal, exponha todas essas sensações da maneira que te faz bem.

Está mais do que na hora de pararmos com essa história de que: homem não pode chorar, porque homem tem que ser forte. Também com velha história de que: "mulher chora, porque é sexo frágil" e: "olha fulano chorando, é uma pessoa fraca.


Ninguém é feliz o tempo todo e porque não ter liberdade para expressar o que realmente tá sentindo? Já conheci pessoas que batiam no peito e diziam: eu não choro. Coitadas, mal sabem elas como é bom aliviar a pressão sobre você mesmo, enchendo um copinho de lágrimas, depois limpar o rosto, abrir a mente e ir em busca de uma solução de problemas.


Não tenho vergonha de dizer, sempre fui e sempre serei uma chorona. Nunca me importei com o que os outros iam pensar de mim? Mentira, me importava sim, mas achava que mais importante era expressar o que eu tava sentindo, deixe as lágrimas caírem, depois a gente resolve a maquiagem borrada e todo o resto.

Leia a notícia na íntegra: Um brinde aos chorões
Continue Lendo...

Em terça-feira, 6 de junho de 2017

Batom Matte Stick da Vult - #Danindica

sexta-feira, 19 de maio de 2017
Postado por Daniela Soares

Sabe quando você conhece um batom e ele vira seu amorzinho? Essa foi a minha experiência com o batom Matte Stick da Vult, ele chegou para mim através da caixinha da Glambox e eu fiquei super feliz, porque já era um produto que estava na minha lista de desejos. Via muita gente falando bem dele, por ser um batom matte, mas que não ficava totalmente seco na boca, por isso a ideia de "confortável".


É o tipo de batom ideal para quem ainda não está tão acostumada ao batom matte tradicional, que fica super seco e tende a "descascar" depois de um tempo da aplicação. Para melhorar, ele ainda tem um precinho super camarada, uma média de R$ 25,90.

Único aspecto negativo dele, é a transferência, ele transfere muito, mesmo depois de muito tempo que a aplicação foi feita. Porém, uma das coisas que me deixou mais surpresa ao testar esse produto, é que mesmo ele transferindo muito, a cor e a cobertura permanecem impecáveis.


Quer saber um pouquinho mais sobre ele? É só assistir o vídeo abaixo, eu contei um pouquinho mais e fiz o teste da transferência no vídeo dessa semana, lá no nosso canal.  


E ai, você já conhecia essa belezinha? Conta aqui embaixo o que você achou.
Continue Lendo...

Em sexta-feira, 19 de maio de 2017

Guarda roupa de inverno - Parka

segunda-feira, 15 de maio de 2017
Postado por Daniela Soares

O inverno está chegando e com ele sempre vem aquele pretexto "Não tenho roupa de inverno, preciso renovar meu guarda-roupa". Eu uso essa sempre hahaha e pensando nisso, eu resolvi criar uma série de posts aqui no blog, falando sobre roupas de inverno, quais peças conquistaram meu coração e algumas inspirações para quem também pensa em investir em determinada peça.

A primeira peça que vamos falar por aqui, é a Parka, para quem ainda não a conhece muito bem, ela começou a ser vista pelo mundo, como uma peça do uniforme dos militares norte americanos, até por isso que a cor "clássica" dela é o verde militar. mas ela só se popularizou no mundo da moda, graças aos ingleses adeptos do movimento Mod.


Ela foi criada, inicialmente, para proteger da chuva e do frio, por isso normalmente ela tem capuz e é forrada com algum tipo de material para te deixar mais aquecido, tende a ser de um material um pouco mais resistente, como Nylon, por exemplo. Claro que os modelos foram se adaptando com o passar do tempo e hoje encontramos parkas que não necessariamente têm capuz ou um forro quentinho. 

Ela deixa o visual muito mais despojado, já que é uma peça mais "grosseira" se comparada com trench coat que é uma peça que tem uma função parecida com a da nossa amiga Parka. 

Inspirações: Pinterest (Foto 01 | Foto 02 | Foto 03)

Inspirações: Pinterest (Foto 04 | Foto 05 | Foto 06)

Adoro essa ideia de combinar a parka com saia ou short, acho que fica uma combinação super legal, principalmente para esse clima de outono. 

E vocês, gostam da parka, já aderiram? Se sim, qual a melhor combinação para vocês? 
Continue Lendo...

Em segunda-feira, 15 de maio de 2017

É preciso seguir em frente

segunda-feira, 1 de maio de 2017
Postado por Daniela Soares

Durante a vida passamos por diferentes fases e o que precisamos levar de todas elas, é que nós como seres humanos, somos seres adaptáveis, e estamos em constante transformação e amadurecimento. Não podemos nos prender à algo pelo simples fato de ser cômodo, se àquilo já não te faz evoluir, talvez seja a hora de seguir em frente. 

É inacreditável como em nossas vidas uma hora está tudo bem, tudo certo, tudo fluindo conforme o esperado e sem mais nem menos você se sente como se estivesse vivendo a vida de outra pessoa, como se tudo fosse um filme, como se aquela não fosse a sua vida, ou como se tudo tivesse tomando um rumo diferente. Não sei vocês, mas é nessas horas que eu me sinto mais "sem ação", sem saber exatamente o que pensar, ou o que fazer. É aquela velha história né? Se viver fosse fácil se chamaria miojo e não vida. 

Acontece que não podemos nos deixar abater nesses momentos, precisamos colocar nossa cabeça no lugar, pensar bem sobre quais são as possibilidades e quais delas nos farão bem e quais nos farão mal. E somente depois de pensar muito e refletir sobre tudo, ai você segue em frente e toma sua decisão. Espera aí, mas eu sou ariana, o ser mais impulsivo de todos, segundo o que dizem, logo eu tô pensando tanto e falando para vocês pensarem também? Pois é, sempre disse que de ariana não tinha nada e são esses os momentos que mais me fazem pensar em como estou certa de pensar assim hahahaha. 

Como eu já disse, inúmeras vezes, para os outros e para mim mesma, a vida é feita de fases, é um ciclo atrás do outro e precisamos saber quando finalizar um ciclo para começar o próximo, querendo ou não, é a lei da vida, segundo Darwin, quem permanece não é o mais forte, mas sim o mais adaptável e é assim que precisamos levar a vida, sempre abertos à mudanças, sempre com um pensamento, mesmo que breve, de que não podemos nos apegar tanto àquela realidade, porque não se sabe o dia de amanhã. Não, eu não to falando para você guardar uma pequena fortuna embaixo do colchão, não to te dizendo para viver com cuidado pensando sempre no amanhã, sempre no depois, sempre no futuro. Eu tô te dizendo para aproveitar tudo de bom hoje, tudo de incrível que a vida pode te oferecer, se jogue, ria hoje, seja feliz hoje, mas mantenha sempre um plano B em mente, uma carta na manga, para se tudo der errado, você não ser pego de surpresa.

É tempo de ser feliz amigos, se joguem e vivam ao máximo, lembrando sempre daquele clichêzão (porém verdadeiro) que o fim nunca é o fim, é apenas um começo diferente.
Continue Lendo...

Em segunda-feira, 1 de maio de 2017

Respondendo a tag 15 coisas estranhas sobre mim

sábado, 8 de abril de 2017
Postado por Daniela Soares

Faz algum tempo que eu estava querendo responder uma TAG lá no nosso querido canal. Fucei muito até descobrir a tag perfeita para mim, que claro tinha que envolver histórias estranhas sobre essa pessoa que vos fala hahahaha. Respondi a tag 15 coisas estranhas que vocês não sabem sobre mim. Eu acabei me divertindo muito respondendo essa tag, porque eu percebi outras coisas estranhas sobre mim. 

No meio da tag acabei invertendo a ordem de algumas questões, mas sei que vocês vão me perdoar por isso hahaha. Aqui embaixo vou deixar as perguntas da TAG, que eu encontrei lá no blog Giovanna Voltur

Perguntas da TAG:

1- Qual o apelido que só sua família te chama?
2- Qual habito estranho você tem?
3- Você tem alguma fobia estranha?
4- Qual musica você canta em voz alta?
5- Qual a mania dos outros mais te irrita?
6- Quanto você esta nervosa que habito você pratica?
7- Qual lado da cama você dorme?
8- Qual o nome do seu primeiro urso de pelúcia?
9- O que você sempre pede no Starbucks?
10- Uma regra de beleza que você prega e não pratica?
11- Qual lado do chuveiro você fica?
12- Você faz algo estranho com seu corpo?
13- Qual Fast-Food você prefere?
14- Uma frase de exclamação que você sempre fala?
15- Na hora de dormir o que você realmente usa?

Alguém ai já respondeu essa TAG? Deixa aqui embaixo o link do post/vídeo que eu vou adorar saber mais sobre vocês ❤
Continue Lendo...

Em sábado, 8 de abril de 2017

Inspiração - Saia Midi Metalizada

quarta-feira, 5 de abril de 2017
Postado por Tamiris Leitão


Minha gente, sabe uma coisa que eu tô fazendo muito ? Acompanhar os desfiles da Fashion Week. E sabe uma coisa que tinha bastante entre as blogueiras? Saia Midi Metalizada. Seja prata, dourada, bronze ou gold rosé, elas estavam combinadas com diversas peças que deixava o look romântico e estiloso ao mesmo tempo. Resolvi separar umas inspirações para que vocês possam se basear na hora de montar o look. Vamos dar uma olhada?

Karen | Van | Liz | Lisa

Seja com camisa ou suéter, a saia midi combinada com essas peças dá um ar sério e romântico ao look. Se quiser dar uma quebrada na seriedade pode ser usado com uma sandália slide, um tênis. Se quiser manter, só usar uma sandália de salto.


Sério, olha que looks mais lindos. Os dois primeiros foram escolhas de Cropped e sandália, colocando um ar sofisticado ao conjunto. Com a blusa ele já ficou mais street, e se tivessem colocado uma sandália sem salto ficaria mais fofo ainda.


Quer estilo mais street romântico do que essa jaqueta jeans com sandália rasteira que a Jessicar tá usando?! Tô apaixonada. 

Bem, adoro essa saia e tô adorando esse efeito metálico que ela ganhou. Se vocês fizerem um look com essa saia, eu quero ver tudo. Então marque #ColecaodeSaiaMetalizada que daí vou olhar tudinho ok? 

Xoxo
Continue Lendo...

Em quarta-feira, 5 de abril de 2017

Vamos falar sobre os 13 porquês - 13 reasons why

segunda-feira, 3 de abril de 2017
Postado por Daniela Soares


Foto: Página 1 9 7 5

Faz algum tempo que não vejo uma série bombar tanto na internet, quanto a série 13 reasons why, baseada no livro os 13 porquês, ela viralizou tanto que já está virando até assunto batido na internet. Entrei no facebook no dia que a série lançou e todas as publicações que eu via eram citações da série, pessoas falando da série ou "fulano está assistindo 13 reasons why". 

E hoje eu decidi que era hora de falarmos sobre ela, mas não se engane, eu não tô aqui para fazer uma resenha, dar minha opinião sobre as atuações, comparar com o livro, nem nada disso. Hoje eu tô aqui para um "papo cabeça", precisamos falar do que realmente se trata a série, porque dessa vez não é "só um drama adolescente", nem simplesmente a história de uma menina que se matou, acho que o mais importante aqui é falarmos sobre as consequências dos nossos atos e as marcas que deixamos na vida das outras pessoas

Eu li o livro bem recentemente, então as coisas estavam bem frescas na minha cabeça quando fui ver a série, tenho que dizer que ambos me fizeram chorar muito, mas no quesito "fazer chorar", a série com certeza ganhou. Acho que o ver é bem diferente do imaginar, ver tornam as coisas mais reais, você se identifica mais e começa a se imaginar naquela situação, e claro, a Katherine Langford, a Hannah, se envolveu tanto com a personagem que fica impossível não se emocionar.

Quando eu li o livro e depois quando vi a série, eu tive a mesma sensação, sempre pensava: nossa. Esse "nossa" era usado para toda e qualquer tipo de cena e logo depois me vinha o pensamento: "o mundo precisa ver isso, as pessoas precisam pensar sobre isso"

Hannah morre e isso é fato, até se você ler a sinopse do livro/série vai saber disso, mas o que a motivou para chegar a esse ponto, é nisso que acho que devemos prestar atenção.

Foto: Página "Um filme me disse"

Vamos lá, seja franco comigo, você já ouviu algum boato por aí, sobre alguém que você conhecia ou não, e mesmo sem saber se era verdade compartilhou com pelo menos uma pessoa. Para você tudo bem, isso não vai fazer diferença na sua vida, mas já parou para pensar como você se sentiria se você fosse a vítima do boato? E pior ainda, se fosse um boato falso e "pesado" sobre algo que você fez? 

Tem uma fala no filme, bem simples e que pode passar bem despercebida pela maioria, mas que resume bem tudo que estou tentando falar aqui, que é quando o pai do Clay fala que "a ressaca nos ensina sobre consequência". E tenho que dizer, isso não se aplica apenas à ressaca e bebida, precisamos pensar muito bem nas consequências de todos os nossos atos. E digo mais, não devemos pensar só nas consequências na nossa vida, precisamos pensar no outro também. Sabe aquela velha história da empatia? Então, aqui que ela entra.

Agora voltando ao contexto da série, apenas por um momento, feche os seus olhos e imagine você passando por tudo que a Hannah passou, ou tudo que a pessoa daquele boato que você ouviu passou. É triste né? Não conseguimos prever a reação que o outro vai ter, não sabemos se ele vai "levar numa boa", vai deixar para lá, se ele vai chorar, ou se esse será sopro final que fará tudo desmoronar. Talvez, você não seja a pessoa que criou esse "furacão", mas o fato de não estar fazendo nada para ajudar, faça com que você seja tão culpado quanto quem começou toda essa bagunça.

Está na hora de pararmos de compartilhar tantos boatos, tantas coisas negativas uns dos outros e compartilharmos mais amor ❤
Continue Lendo...

Em segunda-feira, 3 de abril de 2017

Coleção de Acasos • todos os direitos reservados © 2016 • powered by BloggerProgramação por Layout por